A GEMA DO SOL

O peridoto é uma das pedras preciosas mais misteriosas entre todas.

Registros indicam que antigamente, os egípcios encontraram uma pedra verde em uma ilha no Mar Vermelho, e a apelidaram de “a pedra do sol”. A lenda dizia que esta ilha era infestada por serpentes, o que tornava difícil sua extração.

Outra história curiosa envolve Cleópatra, a rainha do Egito. Historiadores acreditam que sua famosa coleção de esmeraldas era na verdade, uma coleção de peridotos. Esta “confusão” persistiu também na Idade Média.

Atualmente, o peridoto é considerado a gema verde mais comercial de todas, principalmente pela sua cor vibrante natural, ou seja, livre de tratamentos. Extraída da lava vulcânica, pode ser encontrada nos Estados Unidos, China e Vietnã – porém a melhor qualidade é encontrada em Myanmar (Birmânia).

Peridotos em diferentes lapidações.

Dica para uso: por ser uma gema “delicada”, pode ser riscada com facilidade. Por isso, evite usá-la em anéis e pulseiras. Produtos de limpeza também podem prejudicar seu brilho. A melhor maneira de limpá-la é com água morna e sabão neutro.